17 julho 2014

#empreender com Arte - Priscila Dela Marta


Empreender com Arte


A&C- Seu nome:
Priscila- Priscila Dela Marta

A&C- Qual cidade em que vive?  
Priscila- Piracicaba / SP


A&C- Breve histórico:
Priscila- A veia para negócios vem de berço. Meus pais eram comerciantes, meus avós eram... cresci atrás de um balcão. 
A veia artística veio da minha mãe que sempre esteve envolvida com trabalhos artesanais.
Durante 11 anos eu trabalhei produzindo festas infantis. Montava as decorações, trabalhos com balões, lembrancinhas.
Quando me mudei para Piracicaba, em 2010, não deu para continuar com o negócio de festas. 
No final de 2011 eu fiz duas aulas de artesanato, comecei a trabalhar e não parei mais. 

A&C- Qual a técnica que utiliza?
Priscila- Eu trabalho com pintura em peças de mdf, cerâmica, peças galvanizadas e em telas, aplicando diversas técnicas como: decoupage, craquelê, pátinas, entre outras e com peças com trabalhos em tecido.


A&C- Possui alguma marca?
Priscila- Sim... na verdade são duas: a Arte D'Casa e a Arte D'Casa for baby.


A&C- O que te inspira?
Priscila- Meu filho é uma grande fonte de inspiração, até porque, ele é muito envolvido com o meu trabalho... Ele dá sugestões, opina e muitas vezes mudo alguma coisa no trabalho que estou realizando em função das dicas dele. Além disso, uma simples saída de casa é fonte de inspiração porque com um pouco de treino, é possível olhar pra qualquer paisagem e ver uma possibilidade de criação.

A&C- Foi difícil descobrir seu estilo?
Priscila- Eu acho que foi muito natural... As técnicas que eu mais gosto, as cores... tudo vem à tona muito naturalmente.

A&C- Há quanto tempo você trabalha com arte?
Priscila- Com a Arte D'Casa são 2 anos e meio.

A&C- A família te apoiou no início ou encontrou alguma resistência?
Priscila- Com certeza... Meu esposo foi quem, de fato, iniciou a Arte D'Casa. No começo era ele quem levava minhas peças para o trabalho e vendia para os amigos. Ele é meu braço direito em tudo no atelier e o Lorenzo, meu filho, é meu braço esquerdo, como ele gosta de dizer.. rsrs

A&C- Qual a maior dificuldade que já enfrentou?
Priscila- A maior dificuldade vem das épocas de poucas vendas, que acontece com todos os negócios, em que é preciso se manter firme no seu propósito, continuar trabalhando determinada e crendo que é só uma fase... e sempre é só uma fase. E daí vem a importância de não desanimar e continuar persistindo.

A&C- Como você organiza seu tempo? É difícil conciliar a vida pessoal e a profissional?
Priscila- Trabalhar em casa pode ser uma armadilha se não houver uma organização. Pela manhã, no atelier, eu apenas respondo aos emails. Esse é o período em que cuido das coisas da casa, preparo meu filho para a escola, faço almoço...
No período da tarde é que eu inicio as produções. Trabalho até à noite com alguns intervalos para preparar o jantar, por exemplo.
Quando estou com muito trabalho os horários ficam um pouco bagunçados, não tem jeito.
Mas o importante é que a família  toda ajuda e colabora para que eu tenha o meu período de trabalho respeitado.


A&C- Tem um ateliê ou local específico para trabalhar?
Priscila- O meu atelier era minha sala. Como a maioria eu comecei trabalhando na mesa da cozinha, mas chegou o momento em que o volume de trabalho aumentou muito e precisei de mais espaço. O atelier foi sendo montado aos poucos na sala e é um espaço que supre muito bem as minhas necessidades para trabalhar. Mais uma vez houve a cooperação da família que apoiou essa transformação.

A&C- Você dá aulas?
Priscila- Não dou aulas.



A&C-Trabalha somente com encomenda ou pronta-entrega?
Priscila- Eu comecei trabalhando com encomendas mas sempre me senti incomodada em trabalhar assim porque não tinha a minha liberdade de criação. Na verdade eu era a executora da ideia do cliente.
Decidi trabalhar apenas com pronta entrega. É mais difícil e exige um investimento maior, mas é muito gratificante quando o cliente compra uma peça porque gostou dela exatamente como eu fiz. Eu acredito que cada uma das peças que eu tenho no atelier tem o seu dono que vai encontrá-la e vai se apaixonar pela minha criação, exatamente como eu idealizei. A minha criatividade flui trabalhando dessa forma. 


A&C- Qual o seu público alvo?
Priscila- Cerca de 85% são mulheres que gostam de detalhes fofos e de peças criativas para decorar seu lar doce lar.


A&C- Para você, qual a importância da capacitação profissional ou de cursos para se manter atualizado?
Priscila- É muito importante se manter atualizado no que diz respeito às técnicas, à arte em si. E no que diz respeito à gestão do negócio é primordial... é essencial a busca de conhecimento para se manter vivo no mercado.


A&C- Acha importante a formalização do seu negócio (tornar-se pessoa jurídica)? Você já se formalizou?
Priscila- Acho extremamente importante. Ser formalizado é um facilitador e abre muitas possibilidades para o negócio.
Eu tenho uma empresa aberta.


A&C- Descreva as vantagens e desvantagens de viver de seu trabalho artístico?
Priscila- A principal vantagem é poder fazer o que eu amo, de verdade. A liberdade de poder trabalhar em casa, acompanhando tudo, estando perto do meu filho, podendo acompanhá-lo o tempo todo...
Não é desvantagem mas trabalhar por conta própria exige disciplina, exige que você tenha muito foco no que quer alcançar e muita determinação para trabalhar firme para alcançar seus objetivos.

A&C- Possui loja física ou virtual? Se desejar deixe o endereço e/ou o link.
Priscila- Tenho apenas as lojas virtuais:
Arte D'Casa - www.elo7.com.br/artedcasa
Arte D'Casa for baby - www.elo7.com.br/artedcasababy
Arte D'Casa sale - www.artedcasa.com


A&C- Encontrou muita dificuldade em vender pela internet? O que faz para alavancar suas vendas?
Priscila- As pessoas pensam que vender pela internet é só colocar o produto na loja e pronto... ele vai se vender sozinho.
Não é fácil vender pela internet. Tem muita concorrência e com um clique seu possível cliente pode acabar comprando em outra loja.
É preciso ter fotos bacanas dos produtos, colocar uma descrição bem completinha do que é e como foi feito o produto porque o cliente virtual não tem a chance de pegar o produto na mão, então ele precisa conhecer bem o produto que vai comprar apenas pelas fotos e pela descrição que o lojista fornece. Isso ajuda muito!
E depois é um trabalho de formiguinha com divulgação... sem desanimar!

A&C- Dizem que a propaganda é a alma do negócio. Você concorda com isso? Por quê?
Priscila- Com certeza. Como mencionei acima, é um trabalho de formiguinha... é preciso se mostrar para ser visto. Isso não acontece da noite para o dia... Tem que insistir e persistir.


A&C- Você faz propaganda local - na sua cidade? Quais os meios que utiliza?
Priscila- Não utilizo mídia impressa apenas email marketing.

A&C- O que você deixaria como mensagem de incentivo para quem está começando ou pensando em montar um negócio com seu próprio talento?
Priscila- A primeira coisa é você ter consciência do que realmente quer. Depois é correr atrás. Tem que se dedicar porque as dificuldades aparecem e se você não estiver muito determinado, acaba desistindo. Tem que ficar firme diante das pessoas que vão tentar fazer você desistir do seu objetivo (porque isso sempre tem). Se você sabe o que quer e onde deseja chegar com sua arte, ninguém impede.
Estude, se aprimore, busque informações para gerenciar seu negócio. É importante saber fazer os cálculos de preço, por exemplo, para valorizar seu trabalho e realmente ganhar dinheiro com ele.
Não se esqueça de divulgar seu trabalho... As pessoas precisam conhecer você.
E tenha fé... a caminhada pode ser longa, mas você chega lá!

A Priscila é um grande exemplo de empreendedorismo e nos mostra que é possível, com muita disciplina conciliar a vida familiar com a vida profissional e ser feliz e realizada nas duas.
Eu adorei a entrevista e você? Deixe seu comentário, participe!


17 comentários:

  1. Que lindo exemplo da Priscila por aqui e com a ajuda da família, todas dificuldades são melhor superadas! Linda entrevista e adorei o ateliê e trabalhos! beijos às duas,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Chica, é um belo exemplo. E com o apoio da família é mais fácil superar momentos difíceis.
      Bjos!

      Excluir
  2. Também, Mari! Aliás, gostaria de te parabenizar por essa ideia de trazer essas meninas aqui. Conheci a Dirce através da sua entrevista e nos visitamos sempre e agora fiquei encantada com a Priscila e o seu cantinho. Que fofo!!! Tudo tão organizadinho perto na escada, em cima do sofá... tudo tão claro e as peças, lindas! Meus parabéns pra ela, vou dar uma voadinha nos cantinhos virtuais dela.
    O que mais curto nessas entrevistas é as meninas dizerem que tem que "batalhar". Muitos acham que tudo é fácil, que pegando um passo-a-passo aqui, outro ali, o artesanato vai se vendendo sozinho e é necessário investimento de tempo, de conhecimento, fazer com o coração e acreditar muito que apesar da caminhada, o destino vai chegar!

    Abração e lindo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruxa, que bom que você está gostando das entrevistas. E eu também notei o mesmo conselho, tem que "batalhar".
      É amiga, o negócio é arregaçar as mangas é bora trabalhar, sem desanimar...
      Bjo!

      Excluir
  3. Lindo trabalho dela, parabéns


    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adorei as peças, tudo muito lindo!
      Bjos!

      Excluir
  4. Que legal, me empolguei e já quero voltar para casa para fazer minha artes.
    Bjos tenha um ótimo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anajá, realmente os trabalhos são tão bonitos e muito inspiradores.
      Bjos!

      Excluir
  5. Oi Mari...
    Adorei participar!!!
    Obrigada pelo convite.
    Espero que a entrevista ajude muitas meninas que sonham trabalhar com artesanato.
    Sucesso para você e seu blog!
    Beijo grande!
    Priscila Dela Marta

    artedcasa@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila, obrigada pela sua presença e que bom que você gostou.
      Desejo também muito sucesso para você.
      Bjos!

      Excluir
  6. Ei Mari
    Fiquei encantada com o trabalho da Priscila, sou fã de artesanato.
    Desejo um sucesso muito grande à sua lojinha; aliás já vou dar uma espiada.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá espiar sim, Maria Célia. Vale à pena!
      Bjos!

      Excluir
  7. Estou encantada, cada peça linda. Sem duvida a Priscila é talentosa.
    Gostei das perguntas e claro das respostas. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia, realmente a Priscila é muito talentosa e criativa. Obrigada pelo carinho.
      Bjos!

      Excluir
  8. Oi Mari parabéns pela iniciativa e parabéns a Priscila também vai ajudar muita gente que está em dúvida a ir em frente. A Priscila tem razão não é fácil tem que se gostar do que faz e fazer bem feito e aí as coisas acontecem beijos Eliane Lima

    ResponderExcluir
  9. Muito bom conhecer um pouco mais essas pessoas que acompanhamos o trabalho e tb conhecer gente nova com histórias de vida bem legais assim. Acho que com tanta inspiração vou acabar me encorajando e qualquer dia vou me lançar no mercado..kk...
    Parabéns pela iniciativa.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá,Priscila, prazer em conhecê-la!
    Pode parecer demais o que eu vou dizer, mas eu não poderia seguir adiante sem ler sua entrevista, pq ela acaba de concluir o trabalho que a Mari começou em mim, de mostrar o caminho!
    Temos uma rotina semelhante e tbm amo trabalhar com MDF.

    Obg por tudo e que Deus continue abençoando vc e sua família, trazendo sempre prosperidade e muito mais sucesso ainda para o seu trabalho! Bjs! <3

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ficarei muito feliz com sua participação.

Veja também