08 março 2012

Tarsila do Amaral

Dia 08 de março, dia internacional da mulher. Hoje quero fazer uma homenagem a todas as mulheres falando sobre Tarsila do Amaral, uma mulher à frente do seu tempo.
Tarsila nasceu em 1 de setembro de 1886, no Município de Capivari, interior do Estado de São Paulo. Filha de fazendeiro, passou a infância nas fazendas do seu pai. Estudou em São Paulo, no Colégio Sion e depois em Barcelona, na Espanha, onde fez seu primeiro quadro, 'Sagrado Coração de Jesus', 1904.
Quando voltou casou-se com André Teixeira Pinto, com quem teve a única filha, Dulce.
Separaram-se alguns anos depois e então iniciou seus estudos em arte. Começou com escultura, passando a ter aulas de desenho e pintura no ateliê de Pedro alexandrino em 1918, onde conheceu Anita Malfatti. Em 1920, foi estudar em Paris e ficou lá até junho de 1922 e soube da Semana de Arte Moderna através das cartas da amiga Anita Malfatti. Quando voltou ao Brasil, Anita a introduziu no grupo modernista e Tarsila começou a namorar o escritor Oswald de Andrade. 
As cores se tornaram a marca da sua obra, assim como a temática brasileira, com as paisagens rurais e urbanas do nosso país, além de nossa fauna, flora e folclore. Ela dizia que queria ser a pintora do Brasil.
Em 1926, Tarsila fez sua primeira exposição individual em Paris, com uma crítica bem favorável. Neste mesmo ano, ela casou-se com Oswald. Sendo seus padrinhos, Washington Luís, o Presidente do Brasil na época e Júlio Prestes, o Governador de São Paulo na época.


O famoso quadro 'Abaporu' foi presente especial de aniversário ao seu marido, Oswald.
No ano de 1929, com a crise da bolsa de Nova Iorque e a crise do café no Brasil, a realidade de Tarsila mudou. Seu pai perdeu muito dinheiro, teve suas fazenda hipotecadas e ela teve que trabalhar. Separou-se de Oswald.
Em 1931, expôs em Moscou. Ela sensibilizou-se com a causa operária e foi presa por participar de reuniões do Partido Comunista Brasileiro com o namorado, Osório Cesar, médico comunista.  Depois disso nunca mais se envolveu com política. 
Em meados dos anos 30, uniu-se com o escritor Luís Martins, mais de vinte anos mais novo que ela. Trabalhou como colunista nos Diários associados por muitos anos e em 1950, ela voltou com a temática do Pau Brasil.
Tarsila participou da I Bienal de São Paulo em 1951, teve sala especial na VII Bienal de São Paulo, e participou da Bienal de Veneza em 1964. Em 1969, a mestra em história da arte e curadora Aracy Amaral realizou a Exposição, 'Tarsila 50 anos de pintura'. 
Tarsila faleceu em janeiro de 1973.







 Fonte das fotos: net
Espero que tenham gostado...
Um maravilhoso DIA INTERNACIONAL DA MULHER  para todas nós, por todas as nossas conquistas.
Grande Abraço!


16 comentários:

  1. Excelente exemplo !!Parabéns!!Um belo dia para ti também!!Super bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi minha amiga, eu amei esse post, não conhecia a fundo a história de Tarsilla, fenomenal esse post, vindo de ti, que tb é pintora, obrigada amiga, Feliz dia da Mulher, que seja doce para você, bjos Mari!

    ResponderExcluir
  3. Olá Tarsila,
    Obrigada querida...
    Um Excelente dia da Mulher também para si...
    PARABÉNS pelo lindo blog...
    Beijinhos
    Paula

    ResponderExcluir
  4. Olá Mari.
    Não conhecia a história de Tarsila, obrigada por ter contado, fiquei mais culta.
    Beijos e feliz DIA INTERNACIONAL DA MULHER.
    Um carinhoso abraço
    Isa

    ResponderExcluir
  5. \o/\o/ Parabéns amiga!!! Viva as mulheres. bjss

    Val

    ResponderExcluir
  6. Oi Querida, desejo a você um excelente dia das mulheres também.
    Obrigada
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari... que delícia de post com riqueza de informações e obras incomparáveis! Feliz dia das mulheres, todos os dias! Beijos, Pri!

    ResponderExcluir
  8. Mari parabens, bela homenagem e obrigada pela dica da verificação de palavras, nem tinha percebido q/os meus comentários estavam c/a verificação...menina isso é muito chato mesmo.
    Bjs,
    Rai

    ResponderExcluir
  9. Oi Mari,
    Uma homenagem linda e bem merecida. Lindo seu post, amei ver os quadros lindos da Tarsila.
    beijos e parabéns pelo dia de hoje!

    ResponderExcluir
  10. Somos capazes de :

    Gerar uma Vida;
    POdemos chorar muito, sem nos envergonharmos;
    Podemos rir atoa;
    Podemos ser vaidosas, sensíveis;
    Temos o poder de seduzir e o prazer de sermos conquistadas;

    Enfim, somos Encantadoras.! Somos Mulheres.!!

    Parabéns, pelo Dia Internacional das Mulheres ♀

    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari,
    Ótima escolha. Adoro os trabalhos da Tarsila.
    Beijos 1000 e uma noite maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  12. Belo exemplo de mulher!E que artista!

    Mari,tô te seguindo!Quando tiver um tempinho, vá conhecer meu blog,quem sabe goste e siga então!bjs

    ResponderExcluir
  13. oi mary minha linda, amei sua visita no meu blog viu, e essa homenagem é linda tambem muitos bjos fique com Deus...Luhhh

    ResponderExcluir
  14. Sensacional!
    Amei este post.
    Querida beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  15. Mari, muito legal o seu post, já conhecia a historia e os quadros da Tarsila, mas nunca é demais lembrarmos, adorei seu post!
    bjs querida e ótima sexta

    ResponderExcluir
  16. GOSTEI MUITO ESTAVA PRECISANDO PARA MEU TRABALHO DE ESCOLA

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ficarei muito feliz com sua participação.

Veja também